Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Cristais MG


O Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Cristais MG- Compac foi criado pela Lei Nº 942 de 02/04/2002 com a finalidade de proteger e preservar o patrimônio histórico, artístico e cultural de nossa cidade.
Á partir de hoje, 17/06/2012, estamos iniciando a página do Compac que estará aberta para as postagens e publicações, como forma de manutenção de comunicação efetiva com a comunidade cristalense, desejosa de ver a cidade desenvolver com a participação da população, do Conselho e dos amigos de Cristais.
As notícias referentes aos trabalhos de Educação Patrimonial, de conservação e preservação de nossos bens culturais e as iniciativas culturais da parte do Compac aqui serão registradas, mantendo assim uma difusão clara e honesta das medidas tomadas para a defesa de nosso patrimônio cultural que, embora simples, é de valor inestimável para nós cristalenses.
Compartilhar on Google Plus

About Pr joão Monteiro


sou Bispo da igreja batista ebenezer!!!!!  em universidade:

Teologia casado com Rosangela Monteiro treis filhos 

lindos  estor na  obra Missionaria


0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado Pela Sua Visita

25/06/2012

Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Cristais MG


O Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Cristais MG- Compac foi criado pela Lei Nº 942 de 02/04/2002 com a finalidade de proteger e preservar o patrimônio histórico, artístico e cultural de nossa cidade.
Á partir de hoje, 17/06/2012, estamos iniciando a página do Compac que estará aberta para as postagens e publicações, como forma de manutenção de comunicação efetiva com a comunidade cristalense, desejosa de ver a cidade desenvolver com a participação da população, do Conselho e dos amigos de Cristais.
As notícias referentes aos trabalhos de Educação Patrimonial, de conservação e preservação de nossos bens culturais e as iniciativas culturais da parte do Compac aqui serão registradas, mantendo assim uma difusão clara e honesta das medidas tomadas para a defesa de nosso patrimônio cultural que, embora simples, é de valor inestimável para nós cristalenses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário