Mostrando postagens com marcador PALAVRA DO PASTOR. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador PALAVRA DO PASTOR. Mostrar todas as postagens

Obrigado Pela Sua Visita

Mostrando postagens com marcador PALAVRA DO PASTOR. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador PALAVRA DO PASTOR. Mostrar todas as postagens

16/05/2016

No dia da angústia, Deus está ao nosso lado

O SENHOR é bom, é fortaleza no dia da angústia e conhece os que nele se refugiam." Naum 1:7

Deus é bom, Ele é bom, não há mau nenhum no Senhor, e tudo que Ele é faz também é bom. Ele nos criou e por isso nos conhece, somos resultado de um plano perfeito de Deus. E neste plano Deus só colocou coisas boas, se estamos sofrendo alguma aflição é porque deixamos o caminho do Senhor. No dia da angústia, Deus está ao nosso lado, Ele nos livra da tribulação, por isso devemos nos refugiar nEle.

13/05/2016

Encontro de Discipuladores com Deus


Texto: 1 Rs 17 
Precisamos aprender a viver no sobrenatural de Deus. Não podemos nos abalar diante das circunstâncias, mas devemos crer que o nosso Deus é o Deus dos impossíveis. Se você estiver disposto a caminhar com Deus, Ele se revelará em sua vida demonstrando que todo o poder está em suas mãos e te dará a vitória diante de todas as circunstancias e provações.

Qual é o segredo para vivermos uma vida no sobrenatural de Deus? 

1 - Dependência total de Deus 
a - Deus protegeu o seu profeta das mãos de Acabe. “Veio-lhe a palavra do Senhor, dizendo: Retira-te daqui, vai para o lado oriental e esconde-te junto à torrente de Querite, fronteira ao Jordão” (v.2, 3) 
b - Deus sustentou o seu profeta de uma forma sobrenatural. “Foi, pois, e fez segundo a palavra do Senhor; retirou-se e habitou junto à torrente de Querite, fronteira ao Jordão. Os corvos lhe traziam pela manhã pão e carne, como também pão e carne ao anoitecer; e bebia da torrente” (v.5, 6) 
c - Você tem aprendido a depender somente de Deus? Compartilhe. 

2) Obediência total a Deus 
a - Elias obedeceu a Deus e foi para Sarepta. “Dispõe-te, e vai a Sarepta, que pertence a Sidom, e demora-te ali, onde ordenei a uma mulher viúva que te dê comida” (V.9) 
b - Elias seria sustentado mais uma vez de uma forma sobrenatural. “Porém ela respondeu: Tão certo como vive o Senhor, teu Deus, nada tenho cozido; há somente um punhado de farinha numa panela e um pouco de azeite numa botija; e, vês aqui, apanhei dois cavacos e vou preparar esse resto de comida para mim e para o meu filho; comê-lo-emos e morreremos. Elias lhe disse: Não temas; vai e faze o que disseste; mas primeiro faze dele para mim um bolo pequeno e trazes-mo aqui fora; depois, farás para ti mesma e para teu filho Porque assim diz o Senhor, Deus de Israel: A farinha da tua panela não se acabará, e o azeite da tua botija não faltará, até ao dia em que o Senhor fizer chover sobre a terra” (v.12-14) 
c - A obediência da mulher à palavra profética de Elias produziu prosperidade em sua casa. “Foi ela e fez segundo a palavra de Elias; assim, comeram ele, ela e a sua casa muitos dias. Da panela a farinha não se acabou, e da botija o azeite não faltou, segundo a palavra do Senhor, por intermédio de Elias” (v.15,16). 
d - Lembre-se, "a obediência precede a benção!" Compartilhe. 

3) Fé total em Deus 
a - Elias clamou ao Senhor e rogou que Deus ressuscitasse o filho da viúva. “E, estendendo-se três vezes sobre o menino, clamou ao Senhor e disse: Ó Senhor, meu Deus, rogo-te que faças a alma deste menino tornar a entrar nele. O Senhor atendeu à voz de Elias; e a alma do menino tornou a entrar nele, e reviveu” (v.21-22) 
b - Elias experimentou o milagre de Deus porque exercitou sua fé. “Ao que lhe respondeu Jesus: Se podes! Tudo é possível ao que crê” (Mc 9.23); “Para os homens é impossível; contudo, não para Deus, porque para Deus tudo é possível” (Mc 10.27). 
c - Como está a sua fé? Fraca, forte ou mais ou menos? Lembre-se: Sua fé determina e respalda sua conquista no sobrenatural! 

Conclusão: Deus nos tem chamado para vivermos no sobrenatural, Ele deseja que experimentemos grandes milagres e conquistemos uma vida espiritual abundante. Lembre-se disto, Deus tem coisas grandes e ocultas preparadas para todos nós! “Invoca-me, e te responderei; anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes (Jr 33.3

10/05/2016

Todo aquele que ultrapassa a doutrina de Cristo e nela não permanece não tem Deus; o que permanece na doutrina, esse tem tanto o Pai como o Filho." 2 João 1:9

A palavra de Deus é perfeita, é completa, viva e eficaz, e contém toda a doutrina necessária para o cristão andar no caminho do Senhor, se aproximar do amor do Pai e alcançar a salvação. A interpretação bíblica que não é inspirada pelo Espírito Santo é a principal causa do surgimento das falsas doutrinas que desviam as pessoas do verdadeiro significado da palavra de Deus. A doutrina e o modo de viver são duas coisas que andam juntas. Você não pode viver certo se não crer certo. Por isso é necessário que haja meditação na palavra de Deus, e discernimento através do Espírito Santo de Deus.

05/05/2016

Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor." Salmos 40:1

Deus corresponde à nossa entrega e confiança nele. Deus se agrada dos que esperam nele com fé,
paciência e certeza de que Ele agirá de acordo com o que é melhor para nós e no tempo certo. Deus está presente em cada área, esfera e momento de nossa existência se identificando conosco e se inclinando para participar da vida conosco, ou melhor, para nos permitir participar da vida com Ele. Ele se inclinou para mim por amor, por graça e misericórdia.

Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?" Marcos 8:36

01/05/2016

Dons Espirituais 1 Coríntios 12

Os coríntios entenderam mal como os dons espirituais funcionariam, por isso Paulo escreveu para corrigir os equívocos deles.

Verdades sobre os dons espirituais

O conteúdo determina a autenticidade dos dons espirituais (12:1-3). No paganismo, a própria experiência era importante; o que era feito não importava. Em Cristo, o teste de cada dom é a mensagem que ele inspira seu possuidor a afirmar. Uma vez que todos os diversos dons espirituais têm uma mesma fonte (12:4-11) não deveria haver rivalidade, ciúme ou comparação jactanciosa. Todos os membros do corpo são necessários (12:12-26) porque todos são batizados por um Espírito em um corpo inteiro. Os membros não deveriam sentir-se inferiores ou superiores a outros membros porque Deus pôs cada um no corpo onde lhe agradou e deu a cada um as capacidades que ele quis. Dons de ensino (apóstolos, profetas, professores) são mais importantes do que os dons espetaculares (milagres, curas, línguas) (12:27-31). O amor é mais importante do que os dons espirituais (13:1-7). Mesmo que alguém fale línguas angelicais, sem amor isso é inútil. Ainda que se saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, sem amor não é nada. Mesmo que se dê tudo aos pobres e seja queimado numa fogueira, sem amor é vazio. ' Os dons espirituais foram temporários (13:8-13). Quando o perfeito (a revelação completa) veio, os dons espirituais acabaram. Como características infantis são descartadas quando a idade adulta é atingida, assim os dons espirituais ficaram obsoletos quando Deus completou a revelação de sua vontade no primeiro século.

Lições para nós

Ainda que os dons espirituais tenham cessado, os princípios que Paulo ensinou são importantes para nossa edificação. Tudo deverá ser provado pelos critérios de sua concordância com o ensinamento do Senhor Jesus Cristo. Todas as capacidades vêm de Deus, assim não devemos ser arrogantes pelas nossas. Cada membro deverá ser valorizado e devemos pensar de nós mesmos como um corpo em Cristo. O ensinamento é o alicerce de nosso crescimento e função. Sem amor, todo o nosso serviço espiritual é inútil. ' Devemos prestar cuidadosa atenção à revelação completa que foi produzida pelo uso dos dons espirituais no primeiro século.

Perguntas para estudo pessoal:

Quais dons espirituais Paulo lista?

Todos os cristãos tinham todos os dons espirituais?

As questões de Paulo em 13:1-3 eram situações de fato ou possibilidades hipotéticas? Em outras palavras, ele falou em línguas de anjos, soube todos os mistérios e conhecimentos, e tinha dado seu corpo para ser queimado?

Quanto tempo a fé e a esperança tinham que durar (2 Coríntios 5:7; Romanos 8:24-25)?
É necessário que ela cresça e eu diminua João 3:30






















REUNIÃO DE OBREIRO HOJE NA EBENEZER FOI BENÇÃO

Estudo Textual: 2 Timóteo 2:1-26
O Obreiro Aprovado de Deus

Tendo encorajado Timóteo a continuar no seu serviço de evangelista (veja 2 Timóteo 1:6-8,13-14), Paulo agora o exorta a encarar os sofrimentos deste trabalho, desenvolvendo as seguintes características do ministro fiel:

Mestre da palavra (2:1-2). Em sofrimento, o servo de Deus deve procurar força na graça de Deus, e não em sua própria capacidade ou sabedoria (2:1; veja Hebreus 12:28; Tito 2:11-14; 2 Coríntios 12:7-10). Assim fortificado, é necessário que o servo ensine a palavra da graça de Cristo para outros (2:2; veja Atos 20:32). Nisto notemos duas coisas importantíssimas:

É a vontade de Deus que a mesma palavra se passe de uma geração para outra. Paulo disse, "o que da minha parte ouviste...isso mesmo transmite a homens...para instruir a outros" (2:2). Deus não quer que novas gerações ensinem coisas novas (veja Gálatas 1:8).

O que é preciso em quem vai ensinar a palavra é fidelidade, e não eloqüência ou sabedoria própria (veja 1 Coríntios 4:1-2). Quem se fortifica na graça de Deus e não no orgulho de homens ensinará apenas a palavra de Deus.

Soldado, atleta, lavrador (2:3-13). O servo do Senhor precisa ser bem treinado e disciplinado para que possa alcançar os alvos de Deus. Como soldado, terá que sacrificar certos confortos e seus próprios desejos para conquistar o objetivo do seu capitão. Como atleta, terá de seguir regras, sacrificando a sua liberdade para receber o prêmio. Como lavrador, terá que trabalhar duro com muita paciência, para depois receber o fruto (2:3-7).

Jesus e Paulo são exemplos perfeitos. Eles sofreram em servir a Deus, confiantes que ele dê a cada um de acordo com as suas obras (2:8-13; veja 2 Coríntios 5:9-10).

Obreiro diligente (2:14-19). Enquanto muitos no mundo religioso se enrolam com questões de doutrinas de igrejas e teologia humana, o servo de Deus precisa se afadigar no estudo da palavra da verdade (2:15). Quem busca contendas de doutrinas e segue toda idéia nova gasta seu tempo e corrompe outros com sua falta de confiança na simples palavra de Deus (2:14,16-19; veja Marcos 12:24,27; Efésios 4:11-14).

Vaso santificado e disciplinado (2:20-26). O servo de Deus deve disciplinar a sua própria vida, fugindo das coisas que não convêm, e seguindo as que o tornam útil para serviço na casa de Deus (2:20-23). Com a sua própria vida em ordem, o servo então deve exortar a outros, lhes ensinando a pura palavra de Deus com a esperança de que sejam convencidos a se arrepender e parar de servir o diabo (2:24-26).




Perguntas para mais estudo:

29/04/2016

O que é ser santo? Quem é santo? É possível ser santo?

O que é ser santo? Quem é santo? É possível ser santo?

A santidade é um atributo do caráter de Deus que o faz puro e perfeito, separado e acima do que é mau e imperfeito. Assim como Ele é, Ele também deseja que sejamos santos. Foi isso que Ele disse a Moisés: "Fala a toda a congregação dos filhos de Israel e dize-lhes: Santos sereis, porque eu, o Senhor, vosso Deus, sou santo." (Levítico 19:1-2). Assim, também foi escrito pelo apóstolo Pedro em 1 Pedro 1:13-16.

Ser santo é ser separado, separado daquilo que não agrada a Deus. Dessa forma, santificar-se é separar-se para Deus.

No meio de tantas atrações e de tudo que é oferecido a nós neste mundo, devemos ser santos. Sim, é difícil, porque precisamos renunciar, porém, deixa de ser difícil quando compreendemos que a santificação é impossível por nossos próprios esforços. A santificação é uma ação do Espírito Santo em nós (2 Tessalonicenses 2:13; 1 Pedro 1:2), por isso é possível sermos santos.

Não podemos nos igualar aos comportamentos das pessoas somente porque a maioria age de uma certa forma, também não podemos nos conformar com os padrões que o mundo tem determinado para a sociedade (Romanos 12:2). Devemos observar os padrões de Deus, que são determinados pelos Seus princípios e pela Sua Palavra.

Não é porque muitos ouvem as músicas de uma certa banda que você também deve ouvir, não é porque muitos bebem que você deve beber, não é porque muitos adolescentes só querem "ficar" que você também deve. Deus deseja que você seja santo, assim como Ele é.

Para ser santo é necessário renunciar.

O que tem atrapalhado você a ser santo? Talvez aquilo que você vê ou ouve na Internet ou na TV tem atrapalhado. Para sermos santos, devemos nos afastar daquilo que nos afasta de Deus. Por isso que Jesus disse "se o teu olho direito te escandalizar, arranca-o e atira-o para longe de ti, pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que todo o teu corpo seja lançado no inferno." (Mateus 5:29).

Por meio do Espírito Santo somos corrigidos diariamente para que sejamos participantes da santidade de Deus(Hebreus 12:4-10). Não podemos negar a correção do Senhor, porque faz parte do processo de santificação de nossas vidas. Precisamos ler e aprender com a Palavra de Deus, porque é a forma de sermos transformados pelo Seu Poder.

É necessário buscar a santificação diariamente porque essa é a vontade de Deus, como está escrito em 1 Tessalonicenses 4:3-5: "Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição, que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra, não na paixão de concupiscência, como os gentios, que não conhecem a Deus".

Não permita que os desejos da carne e as atrações do mundo o impeçam de se tornar santo como o Senhor. Busque a santificação pela Palavra e pela ação do Espírito Santo diariamente

24/04/2016

Domingão da familia, como ter uma família feliz

Texto: Salmos 127: 1 e 2 “Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão que penosamente granjeastes; aos seus amados ele o dá enquanto dormem.”

Pedra Viva, filho na fé!

A família, de modo geral, tem sido alvo de ênfase tanto do mundo secular quanto do mundo cristão e evangélico. Hoje, há uma preocupação com a deterioração da vida familiar. Existe uma estrutura para a família, dentro da vontade de Deus, revelada na Sua Palavra, que impede essa deterioração. A realidade é que, no nosso país em especial, muitas famílias têm se distanciado muito dos padrões divinos, levando a deterioração dos valores cristãos.

Olha o que diz a Palavra do Senhor: Salmos 36: 1 – 3 “Há no coração do ímpio a voz da transgressão; não há temor de Deus diante de seus olhos. Porque a transgressão o lisonjeia a seus olhos e lhe diz que a sua iniqüidade não há de ser descoberta, nem detestada. As palavras de sua boca são malícia e dolo; abjurou o discernimento e a prática do bem.”

No coração da família ímpia há uma voz da transgressão porque não há temor de Deus diante de seus olhos. Onde não há temor de Deus, implicitamente, há transgressões dos padrões divinos.

Em função disso, nós vemos em nosso país uma verdadeira epidemia de separações, de divórcios, de gravidez na adolescência, perda da autoridade dos pais dentro dos lares, crimes sexuais hediondos, pais alcoólatras, ausência do pai e da mãe na educação dos filhos e a desestabilização da família.

Como Apóstolo e Profeta, e como conselheiro familiar, eu, a partir de agora, estarei buscando fundamentos fortes e consistentes, doses de verdades bíblicas, pois é disto que nós precisamos, para que, à luz da verdade bíblica e segundo a Sabedoria de Deus, construamos nossas famílias sobre a Rocha.

Jesus expôs os Seus projetos para a família seja feliz e bem sucedida.

Nós não podemos exigir de Deus responsabilidades para a manutenção da felicidade da família, se nós não aplicarmos o plano que Ele tem para esta felicidade. Então, meus amados, filhinhos na fé, vamos examinar a vida de algumas famílias bíblicas e viver os seus exemplos positivos.

De acordo com o que lemos no Salmo 127, se Deus não for o Senhor da casa, se os planos da família não forem os do Senhor, em vão trabalham os que a edificam.

Não adianta tentar seguir o que o conselheiro secular diz. Não adianta tentar buscar na terapia de grupo, segundo os conceitos de Freud, para a família, se a Bíblia não for a base desses conselhos.

Nós, os cristãos, que valorizamos a família, temos que conhecer os princípios fundamentais de estabilidade familiar.

Desde o Velho Testamento, o Senhor havia estabelecido bases familiares para o povo de Israel. Moisés, que foi o legislador do Antigo Pacto, mostrou aquilo que poderia solidificar a família e torná-la bem sucedia.

Daremos os primeiros quatro passos, visando o bem-estar da família.

Quais foram as áreas que Deus incumbiu Moisés de passar às famílias?

Número 1 – A vida em relação a Deus. Nós encontramos isto em: Deuteronômio 6: 1 – 5 “Estes, pois, são os mandamentos, os estatutos e os juízos que mandou o SENHOR, teu Deus, se te ensinassem, para que os cumprisses na terra a que passas para a possuir; para que temas ao SENHOR, teu Deus, e guardes todos os seus estatutos e mandamentos que eu te ordeno, tu, e teu filho, e o filho de teu filho, todos os dias da tua vida; e que teus dias sejam prolongados. Ouve, pois, ó Israel, e atenta em os cumprires, para que bem te suceda, e muito te multipliques na terra que mana leite e mel, como te disse o SENHOR, Deus de teus pais. Ouve, Israel, o SENHOR, nosso Deus, é o único SENHOR. Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força.”

O versículo 5 passa a ser a regra de vida de uma família. Se isto não for a chave, a mola mestra, a alavanca da família, tudo será em vão. O AMOR DE TODO CORAÇÃO.

Este amor que Deus disse com que nós temos que amar, é expresso em alguns valores. Vamos ver o primeiro valor:

1. Toda pessoa que ama Deus com o coração, a alma e força, é uma pessoa temente a Deus. Provérbios 1: 7 “O temor do SENHOR é o princípio do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino.”

Quando se ama Deus, dentro de uma família, há temor do Senhor.

2. A família é sensível à Voz de Deus. Provérbios 1: 33 “Mas o que me der ouvidos habitará seguro, tranqüilo e sem temor do mal.” Dá tu ouvidos ao Senhor.

3. A família que ama Deus, dentro do seu lar, com todo coração, sua força, sua alma, tem uma vida de obediência. Provérbios 2: 4 – 8 “se buscares a sabedoria como a prata e como a tesouros escondidos a procurares, então, entenderás o temor do SENHOR e acharás o conhecimento de Deus. Porque o SENHOR dá a sabedoria, e da sua boca vem a inteligência e o entendimento. Ele reserva a verdadeira sabedoria para os retos; é escudo para os que caminham na sinceridade, guarda as veredas do juízo e conserva o caminho dos seus santos.”

Estas três áreas são fundamentais. Temor a Deus, ouvido sensível para saber o que Deus está falando… e uma vida de obediência.

Este é o amor que precisa ser vivido e transmitido aos filhos e aos netos, com autenticidade. Lê novamente Deuteronômio 6: 5.

O perigo de não se ter esse amor no coração, e, como conseqüência, não tê-lo na família, é que vivemos num mundo conturbado, cheio de convites enganosos, dos quais, só o amor de Deus pode nos proteger. Vê o que disse Jesus. Mateus 10: 16 “Eis que eu vos envio como ovelhas para o meio de lobos; sede, portanto, prudentes como as serpentes e símplices como as pombas.”

Irmão, não adianta tentar ensinar os filhos, com maus exemplos. Deus quer que nós convençamos nossos filhos pela nossa honestidade, pela nossa palavra, pelo nosso amor, pelos nossos lábios puros.

Deuteronômio 6: 6 “Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração;” Esteja no teu coração a Palavra de Deus. Porque é do coração que procedem as nossas atitudes, o nosso comportamento, o nosso viver voltado para Deus.

Para mim, amar a Deus é levá-Lo a sério. É ser obediente à Sua Voz e à Palavra, é viver a Bíblia. E isto vai fazer com que os filhos amem o Senhor.

Deuteronômio 6: 7 “tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te.”Inculcar é “meter na cabeça”.

Provérbios 6: 20 – 23 “Filho meu, guarda o mandamento de teu pai e não deixes a instrução de tua mãe; ata-os perpetuamente ao teu coração, pendura-os ao pescoço. Quando caminhares, isso te guiará; quando te deitares, te guardará; quando acordares, falará contigo. Porque o mandamento é lâmpada, e a instrução, luz; e as repreensões da disciplina são o caminho da vida;”

O Senhor está dizendo à Igreja: “Vale a pena os pais inculcarem nos filhos, ao deitar, ao levantar, ao andar, em casa, à mesa… porque isto vai ser luz, vai ser lâmpada, instrução, disciplina, caminho da vida para os filhos. É preciso que a família saiba que toda a provisão vem do Senhor. Deve-se ter o hábito de dar graças a Deus pelo dinheiro, alimento, sustento e direção da família.

É preciso que a família cuide da sua relação com Deus. “Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força.” É preciso compreender que a relação com a Palavra deve ser absoluta.

Em relação à Fonte da Provisão da Família, vejamos Deuteronômio 6: 10 – 13 “Havendo-te, pois, o SENHOR, teu Deus, introduzido na terra que, sob juramento, prometeu a teus pais, Abraão, Isaque e Jacó, te daria, grandes e boas cidades, que tu não edificaste; e casas cheias de tudo o que é bom, casas que não encheste; e poços abertos, que não abriste; vinhais e olivais, que não plantaste; e, quando comeres e te fartares, guarda-te, para que não esqueças o SENHOR, que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão. O SENHOR, teu Deus, temerás, a ele servirás, e, pelo seu nome, jurarás.” Assim, diariamente, a família precisa estar em unidade.

Se tu te esqueceres de que foi Deus quem te deu tudo, isto te leva à indiferença. Só o temor do Senhor nos preserva desse erro. A Gratidão, irmão, é uma coisa muito linda. Sê fiel no pouco, mas, quando chegares no muito, continua sendo fiel.

Todas as famílias precisam de honrar a fonte de toda bênção – Senhor Jesus. Não tenha vergonha da tua esposa. Não tenha vergonha do teu marido, nem dos teus filhos, nem de teus pais. Fala de Deus, convence-os da Palavra.

Muito cuidado com o que se diz, às vezes, à mesa, ao lado dos filhos. Saibas que a desgraça da família, às vezes, começa em torno da mesa.

Deuteronômio 6: 20 – 25 “Quando teu filho, no futuro, te perguntar, dizendo: Que significam os testemunhos, e estatutos, e juízos que o SENHOR, nosso Deus, vos ordenou? Então, dirás a teu filho: Éramos servos de Faraó, no Egito; porém o SENHOR de lá nos tirou com poderosa mão. Aos nossos olhos fez o SENHOR sinais e maravilhas, grandes e terríveis, contra o Egito e contra Faraó e toda a sua casa; e dali nos tirou, para nos levar e nos dar a terra que sob juramento prometeu a nossos pais. O SENHOR nos ordenou cumpríssemos todos estes estatutos e temêssemos o SENHOR, nosso Deus, para o nosso perpétuo bem, para nos guardar em vida, como tem feito até hoje. Será por nós justiça, quando tivermos cuidado de cumprir todos estes mandamentos perante o SENHOR, nosso Deus, como nos tem ordenado.”

Quando teu filho te perguntar: “Papai, por que o senhor é crente, dizimista e canta na igreja?” Tu tens a oportunidade de mostrar ao teu filho, a tua esposa ou ao teu marido qual a razão da tua vida. Então tu precisas de ter um testemunho. Nós estávamos no Egito, perdidos. É preciso que a família viva por Fé.

Romanos 1: 17 “visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé.” Dize a toda a tua família, vizinhança, conhecidos que foi Deus quem te tirou do pecado e te assentou em lugares celestiais. Não tenhas vergonha do Evangelho. ELE É O PODER DE DEUS PARA A SALVAÇÃO! Dá bom testemunho sobre a Bondade, sobre o Amor de Deus, a Fidelidade do Senhor!

Eu termino, amado do Senhor, com Provérbios 18: 10 “Torre forte é o nome do SENHOR, à qual o justo se acolhe e está seguro.”

A Torre Forte, o Senhor, está pedindo que a Igreja O ame de todo o coração, que não falte aos cultos, que não deixe de congregar, que não deixe de dizimar, que não deixe de amar, que não deixe de ser fiel à esposa, ao marido, não deixe de ser fiel aos princípios bíblicos. Tu estás seguro. Meu amado, Ele é o único Senhor, é Fiel a todos nós, nos momentos difíceis, nos fracassos, nas vitórias, nos momentos de aparentes derrotas, ou nos de sucesso pessoal.

Eu te garanto e te dou testemunho da minha própria vida., Estou acolhido a este Deus, envolvido com Ele há mais de 25 anos. E estou absolutamente seguro de que nada pode falhar!